13 dezembro 2011

Como ter Unhas Saudáveis e Bonitas

Ola leitoras lindas! Recebo muitos e-mails de duvidas de leitoras que querem saber como cuidar de suas unhas, e perguntam sobre doenças ou coisas ruins que podem acontecer com as nossas unhinhas, alem de como deixa-las grandes e fortes. Bom, isso são duvidas que todas temos, então pesquisei um pouco da net para esclarece-las para vocês. :)
Evite tirar a cutícula para não desproteger as unhas contra fungos
Evite tirar a cutícula para não desproteger as unhas contra fungos
Fonte: HowStuffWorks
As unhas das mãos crescem mais no verão e durante a gravidez
Unhas Saudaveis

Fatos sobre as unhas
Suas unhas crescem cerca de 3 mm por mês.

As unhas das mãos crescem com mais rapidez que as unhas dos pés.

As unhas dos dedos mais longos crescem mais rapidamente.

Se você é destro, as unhas da mão direita crescem mais rápido que as da mão esquerda. E o oposto é válido para os canhotos.

Suas unhas das mãos também irão crescer mais rapidamente durante o verão, durante a gravidez e quando estão se recuperando de um ferimento.


Visão geral dos problemas das unhas das mãos

As unhas de suas mãos são muito úteis, mas o uso ou o uso impróprio podem causar problemas que variam de infecções fúngicas sérias a unhas quebradiças.Neste artigo, vamos falar sobre os problemas relacionados à saúde das unhas das mãos, além de dar algumas dicas sobre o que pode ser feito em casa para o cuidado e manutenção das unhas.
As unhas das mãos crescem mais no verão e durante a gravidez
 
Suas unhas são feitas de queratina, o mesmo tipo de proteína que há em seu cabelo. Cada unha consiste de várias partes e cada uma delas tem um papel importante na saúde e crescimento da unha.
  • Lâmina ungueal - é essa camada que enxergamos como a unha.
  • Leito ungueal - é essa camada que fica sob a lâmina e as duas são conectadas. Os vasos capilares no leito nutrem a unha e lhe dão sua cor rosada.
  • Matriz - apesar de você não ver a maior parte dela é a mais importante. Fica sob a cutícula, na base da unha. São as células da matriz que produzem a unha. Se a matriz for danificada, a unha será distorcida ou pode até parar de crescer por completo.
  • Lúnula - essa é a parte da matriz que você consegue ver. É a porção com formato de meia lua na base da sua unha.
  • Cutícula - essa dobra de pele feita de células mortas mantém substâncias estranhas, tais como bactérias causadoras de infecção.
  • Dobra da unha - é a elevação da pele ao redor da unha.
Apesar dos vários problemas relacionados a unha, uma das reclamações mais comuns ouvidas por dermatologistas é que elas estão quebradiças. As unhas dos dedos das mãos tornam-se quebradiças porque estão secas demais, o que faz com que fiquem rígidas e se quebrem com facilidade, ou porque estão úmidas demais, o que as deixam macias com tendência a se partir. Por essa razão, os médicos tratam unhas quebradiças da mesma maneira que tratam problemas de pele. Por exemplo já que as unhas podem se tornar muito secas e se dividir na ponta se forem expostas ao calor seco, detergentes ou removedores de esmalte em excesso, um conselho é óbvio: evite químicas fortes e outras coisas que podem deixá-la seca. E lembre-se de usar hidratantes, mas não exagere, unhas ficam moles e quebradiças quando expostas a loções e hidratantes em excesso. As unhas podem estar extremamente moles logo após terem passado muito tempo debaixo de água ou podem ficar secas de tanto molhá-las e secá-las.

O trauma, termo utilizado por médicos para ferimentos, é outro grande problema para as unhas. Aqui está o exemplo clássico: bater na unha com um martelo. Se um ferimento se formar abaixo da unha, o médico terá de aliviar a pressão que está sendo criada.

Além disso, os ferimentos também abrem espaço para infecções, especialmente as fúngicas. No entanto, isso costuma atingir mais as unhas dos pés do que as das mãos, pela mesma razão que o pé de atleta se desenvolve; o ambiente quente e úmido de sapatos. Infecções fúngicas podem atacar as unhas das mãos e trazer conseqüências bem desagradáveis. A infecção pode deixar a lâmina ungueal esbranquiçada, amarelada, amarronzada ou até mesmo esverdeada, além de deixar a dobra da unha vermelha e irritada. Se você perceber uma infecção da unha, converse com seu médico.

E finalmente, certas doenças da pele, tais como psoríase, podem aparecer também nas suas unhas.

A separação da lâmina e do leito, um problema chamado onicolise, pode ocorrer após um ferimento, infecção, reação alérgica a cosméticos ou exposição a produtos químicos ou como resultado de uma doença como a psoríase. Se a unha parecer esbranquiçada, ela pode ter sido partida. Neste caso, consulte um médico e tome cuidado para não agravar o problema. Infelizmente, uma vez que a unha se separa ela não se liga novamente, então é necessário esperar que uma nova cresça.
Também é necessário cuidar muito bem da matriz da unha. Se ela estiver danificada, começará a produzir uma unha deformada ou, ainda pior, não produzirá unha. (AI)

Remédios caseiros para os problemas com as unhas das mãos

Aqui está o que os especialistas recomendam que você faça para manter suas unhas tão saudáveis e atraente quanto possível:
Evite os culpados - se você realiza muitas tarefas domésticas, evite a exposição a detergentes e limpadores; se você é trabalhador de limpeza, evite os líquidos de limpeza fortes; se for barman, evite frutas cítricas e assim por diante. Caso você não consiga ficar longe dessas substâncias, use luvas sempre que possível. Do contrário, você se arrisca a ficar com unhas quebradiças, separadas ou infeccionadas que poderiam levar à deformidade ou à perda da unha.
Use luvas de vinil para realizar trabalhos que envolvam água - luvas de vinil. Nem látex, nem borracha! As duas últimas substâncias fazem a mão suar. Pode até ser que você queira usar um par de luvas de algodão sob as luvas de vinil para absorver o suor.
Use luvas de algodão para realizar os trabalhos que não envolvam água -assim, você vai ajudar a proteger suas unhas de danos ou ferimentos possíveis.
Mantenha suas unhas curtas - quanto mais curtas as unhas, menor o risco de danificá-las.
Maneiras de proteger as unhas do pé também
As unhas dos pés têm uma probabilidade maior de cair devido a infecções fúngicas. Isso ocorre porque o fungo que causa o pé de atleta pode invadir uma unha após ela ter sido danificada.

Fungicidas de uso tópico contendo clotrimazol ou miconazol irão ajudar a derrotar o pé de atleta, aplique-os ao primeiro sinal de pé de atleta, torcemos para que seja antes que o fungo possa invadir a unha.

Se a unha infeccionar, pode ser necessário um medicamento para curar essa infecção.
Cuidado com traumas na unha - não use a unha como chave de fenda, lixa ou outra ferramenta. Tenha cuidado para não bater nela com um martelo ou fechar gavetas em cima dela. Acho que deu pra ter uma idéia. Ações desse tipo podem machucar suas unhas, abrir as portas para as infecções, parar o crescimento da unha ou causar ferimentos. Consulte o seu médico o mais rápido possível se uma unha ficar preta e azulada; caso seu médico não esteja disponível, vá até um pronto-socorro. Uma pressão leve sobre o vaso sangüíneo ferido da unha deve aliviar a dor.
Hidrate suas unhas - 
já que suas unhas não contêm gordura, elas não mantêm sua hidratação natural. Então, tente molhá-las em água morna e depois aplicar um hidratante, para ajudar a reter a água. Também pode ser possível experimentar produtos que contenham fosfolipídeos, uréia ou ácido láctico - todos são hidratantes. Lembre-se de reaplicar hidratante após molhar ou lavar suas mãos ou tomar banho.
Evite a umidade - soa como uma contradição, certo? Se sua unha for infectada, especialmente por um organismo fúngico, é importante evitar exposição prolongada à água e manter a área da unha o mais seca possível, já que organismos infectadores geralmente preferem ambientes quentes e úmidos.
Cuide de suas cutículas - mas não as corte com um instrumento mecânico, que rompe a proteção natural que ela possui contra as bactérias e umidade. Evite usar os alicates também, em vez disso, umidifique-as e depois seque-as com um lenço.
Não cutuque ou retire bifes - se você o fizer, estará abrindo a porta para infecções porque deixa uma abertura na pele por onde as bactérias podem entrar. Corte a parte seca do bife com uma tesoura fina e aplique pomada bactericida. Mantenha suas mãos, unhas e cutículas hidratadas, isso irá ajudar a prevenir futuros bifes.
Perceba o risco existente nos cosméticos para as unhas unhas feitas podem ter umidade em excesso. As colas usadas para unhas postiças podem causar reações que acabam causando danos permanentes à raíz e ao leito da unha. O problema mais comum é a separação da unha e do leito, mas se notar qualquer dor ou moleza, você pode estar tendo uma reação à cola e vai precisar de cuidados médicos.
Esqueça o formol - apesar do uso do formol ser proibido, a maior parte dos esmaltes e enrijecedores ainda o contém, no caso de uma alergia você pode acabar com uma separação da unha.
Reduza a quantidade de removedor de esmaltes - o removedor contém acetona, que resseca as unhas. Não use estes solventes fortes mais do que uma vez por semana.
Não coma gelatina na esperança de desenvolver unhas fortes - simplesmente não funciona.
O mesmo vale para o cálcio - ele ajuda a construir os ossos mas tem muito ou quase nada a ver com a rigidez de suas unhas. A menos que esteja em uma dieta drástica ou sofra de um problema de absorção de nutrientes, suas unhas não vão sofrer influência.

Dica: Muitos esmaltes contem vitaminas que ajudam sua unha. Mas deixa-las respirarem pelo menos uma vez por semana e o ideal.

Os segredos que suas unhas revelam

As unhas podem revelar seu estado de saúde. Lembre-se, os sintomas listados aqui podem sinalizar os problemas, mas não fornecem um diagnóstico definitivo, caso note qualquer um deles, informe seu médico.
Unhas pálidas pode ser um indício de anemia.Demora no retorno da cor rosada após apertar a unha - isso pode indicar circulação sangüínea menor ou mais lenta.
Manchas brancas - são resultado de ferimentos na unha e não tem relação com zinco ou outro tipo de deficiência alimentar, como acreditam algumas pessoas.
Linhas de beau - essas depressões ocorrem após um evento traumático, como uma febre alta. Você pode ser até capaz de determinar há quanto tempo o evento ocorreu pela extensão da unha e a taxa em que ela cresce.
Linhas brancas paralelas á lúnula - podem indicar algum tipo de problema sistêmico.
Unhas deformadas - as unhas têm o mesmo formato que a parte de trás de uma colher. Uma deformação pode indicar doença cardiopulmonar ou asma.
Unhas côncavas - essas unhas inclinam-se para dentro e podem indicar certos tipos de anemia ou ferimentos.
Unhas furadas - manchas parecidas com furos podem significar psoríase.
Qualquer coisa que lembre uma verruga ao redor da unha - pode ser um câncer de pele e precisa ser examinado pelo médico.
Mancha escura - pode ser um melanoma, o tipo mais perigoso de câncer de pele. Se a mancha vaza para a cutícula ou dobras de uma unha, se você tem pele branca, isso pode ser um alerta sério para procurar um médico imediatamente.

A utilização de remédios caseiros podem ajudar a controlar os problemas com suas unhas, 
mas lembre-se de que o cuidado e a manutenção corretos vão manter suas unhas saudáveis e fortes.
Esse artigo tem apenas fins de informação e NÃO DEVE SER LEVADO EM CONSIDERAÇÃO COMO CONSELHOS MÉDICOS. Os Editores do Consumer Guide (R), Publications International, Ltd., o autor ou a editora não assumem responsabilidade por quaisquer conseqüências decorrentes de qualquer tratamento, procedimento, exercícios, alterações de dieta, ação ou aplicação de medicamentos utilizados após ler ou seguir as informações contidas neste artigo. A publicação destas informações não constitui a prática de medicina, e essas informações não substituem o conselho de seu médico ou outro profissional da saúde. Antes de se submeter a qualquer tratamento, o leitor deve procurar o aconselhamento de seu médico ou outro profissional da saúde responsável.
Fonte: Renovart




Unhas bonitas e saudáveis
Aprenda como cuidar.
Para se ter unhas bonitas e saudáveis, pode ser simples, desde que sejam seguidos a risca alguns cuidados básicos. Dentre eles reunimos os principais, os quais serão apresentados abaixo:

Tempo de Retirada do Esmalte: Deixar as unhas pintadas por mais de cinco dias pode enfraquecê-las. Quando o esmalte começa a descascar é hora de retirá-lo e aproveitar para caprichar na hidratação da área. Dê um intervalo de pelo menos uma semana, pois as unhas precisam respirar. Antes de passar o esmalte, use uma base fortalecedora.Acetona: Use acetona só uma vez por semana. Estes produtos, quando usados em excesso, ressecam as unhas que se tornam frágeis e quebradiças. É recomendado a utilização do removedor de esmaltes, pois geralmente é mais suave e resseca menos as unhas.
Limpeza: Limpar a parte de baixo das unhas com uma escovinha de cerdas macias.
Cutícula: O ideal é retirar só o excesso, pois ela forma uma barreira protetora contra a invasão de microorganismos causadores de doenças. Comece aplicando um creme específico para amolecer cutículas e, em seguida, empurre-as. Com a própria espátula, retire somente o excesso de pele. O que sobrar, retire com o alicate, mas sem eliminar toda a cutícula.A cutícula protege as unhas contra fungos e bactérias, por isso, é um erro retirá-la totalmente. O correto é amolecê-la, empurrá-la com a espátula e somente remover o excesso.
Como lixar as unhas: As unhas dos pés precisam ser lixadas em formato quadrado, para evitar que encravem. Nas mãos, vale também o formato redondinho, desde que a unha não fique pontuda, o que poderia fazer com que ela quebrasse com mais facilidade. O formato ovalado é ideal para unhas fracas, porque quebra com menos facilidade. O quadrado exige movimentos firmes e retos da lixa. Unhas redondas devem ser lixadas na diagonal. Uma vez por mês, lixe também a superfície das unhas, com a parte mais fina da lixa, para retirar as impurezas e as células mortas.
Cuidado com instrumentos e produtos: Mantenha todos os instrumentos (espátula, alicates, limas) limpos e se possível desinfetados. Se você vai a manicure, verifique se ela desinfeta o material após cada cliente. Não tente reaproveitar esmaltes ressecados utilizando solventes, pois eles modificam sua composição química, comprometendo a qualidade do produto, ou seja, você até poderá utilizá-lo, porém haverá alterações na textura, além de descascar mais rápido.
Para o esmalte durar mais tempo: A dica é passar a ponta do dedo sobre a parte lixada da unha, logo depois que ela for pintada. Isso ajuda a retirar o excesso de esmalte, o culpado pelas pontas das unhas descascarem rapidinho. Já para evitar as bolhas, faça as unhas em um local arejado, em uma temperatura confortável. Evite sol ou vento demais, pois são as variações de temperatura que levam a produção por água abaixo.
Para o esmalte secar mais rápido: Evite o excesso de esmalte, limpando bem o pincel na borda do vidro antes de aplicá-lo nas unhas. Mergulhar as mãos em um pote com água bem gelada, ou usar um óleo secante logo depois de pintar.
Efeitos e colorações: Para tornar a sua unha mais comprida, deixe uma faixa bem fininha sem pintar nas laterais da unha. Mas o efeito tem de ser sutil, para não ficar com ar de desleixo. Muitas pessoas tem dúvidas se a coloração utilizadas nas mãos tem que ser as mesmas das dos pés: Isto depende do estilo de cada um! Se você não é das mais ousadas, opte por colorir a mão e deixar o pé bem discreto, ou vice-versa.
Para fortalecer as unhas: As unhas fracas e quebradiças são causadas, geralmente, por falta de vitaminas A, C, E e minerais como zinco, ferro e cálcio, desta forma procure equilibrar a sua dieta alimentar. Além disso, deve-se aplicar diariamente um creme hidratante, massageando as suas unhas com movimentos circulares. Sempre que possível deixe as suas mãos e unhas submersas por 30 minutos em azeite morno. Prefira os esmaltes que NAO contém formol.

UNHA ENCRAVADA
     A unha encravada ocorre quando uma de suas pontas enterra na pele ao seu redor. Isto ocorre porque a pele forma uma barreira ao seu crescimento e, como a unha não pára de crescer e é mais dura, a perfura causando dor e inflamação.
     A causa é, geralmente, o hábito errado de se cortar os cantos das unhas. Isto causa a formação de uma espícula na ponta cortada e permite que, com o peso do corpo, a pele que antes estava embaixo da unha, se projete para cima e entre na frente da mesma. Ao crescer, a unha encrava neste local.
     O uso de sapatos de pontas finas também facilita o encravamento das unhas. Em crianças recém-nascidas, o uso de macacões com pés fechados também podem ocasionar o problema se não forem bem folgados.
MANIFESTAÇÕES CLÍNICAS
     Os dedos mais atingidos são os dos pés, principalmente os "dedões" e as unhas encravam quase sempre pelos cantos. O quadro se inicia com dor local que vai aumentando de intensidade e pode se tornar insuportável. A pele ao redor da unha fica inflamada, inchada e avermelhada, podendo haver eliminação de pus e formação de um granuloma piogênico (carne esponjosa).-eca-
TRATAMENTO
     Para evitar o encravamento das unhas, nunca as corte pelos cantos, mantendo sempre as pontas livres. As unhas dos pés devem ser cortadas retas. Evite cortar as unhas curtas demais, deixando sempre uma pequena faixa de borda livre (aquela parte branca). Evite usar calçados apertados.     O tratamento varia de acordo com a intensidade de cada caso. Desde medidas simples, como o afastamento da pele inflamada por um chumaço de algodão até procedimentos cirúrgicos para remover o tecido inflamado podem ser necessários. A extração da unha deve ser evitada pois, quando ela voltar a crescer, pode encravar novamente. O tratamento cirúrgico visa desobstruir a passagem da unha, que pode então passar livremente.
     Em caso de infecção secundária, pode ser necessário o uso de antibióticos de uso local ou via oral. O granuloma piogênico (carne esponjosa), quando ocorre, deve ser cauterizado com substâncias químicas ou então através de eletrocoagulação. O tratamento ideal para a unha encravada deve ser determinado pelo dermatologista.

TRATAMENTO DE MICOSE DE UNHA
     O tratamento de uma micose de unha é geralmente demorado e necessita, juntamente com um bom medicamento, de sua colaboração ativa e persistente. O tratamento pode ser feito com comprimidos decompostos antimicóticos ou antifúngicos, e/ou mediante apicação de um esmalte com composto antifúngico. Caso seu médico opte pelo tratamento com esmalte, atente para estas orientações ao tratamento de micose de unha. Estas informações são importantes sobre como usar esmaltes terapêuticos.     O crescimento de uma nova unha geralmente requer um longo tempo. Portanto tenha paciência, mesmo que decorridas algumas semanas de tratamento, e você não tenha observado nenhuma melhora aparente. Uma unha normal e sadia, cresce cerca de 2mm por mês. Para que a sua unha doente possa recuperar-se integralmente, é preciso que você faça uso de esmalte terapêutico para unhas, com frequência constante e regular, conforme indicado pelo seu médico.

Além disso, devem haver os seguintes cuidados:
● Antes da primeira aplicação do esmalte terapêutico, recomenda-se cortar a unha o mais rente possível, com alicate ou tesoura apropriada;● Com uma lixa grossa, lixar a unha o máximo possível até atingir a sua parte boa e sadia. O restante da unha ficará então mais fino. As lixas utilizadas nas unhas afetadas não devem ser utilizadas em unhas sadias;
● Aplique, em seguida, uma fina camada do esmalte terapêutico sobre a unha doente, sendo suficiente uma ou duas pinceladas. Forma-se então uma fina camada de esmalte sobre a superfície da unha com micose. Para eliminar a micose é suficiente uma camada homogênea do esmalte, que não precisa ser grossa nem muito brilhante.
● Uma vez por semana toda a camada de esmalte deverá ser retirada das unhas com micose, usando-se lencinho umidecido com alcool que acompanha o frasco ou com algodão embebido em removedor de esmalte. Após limpar a unha deve-se remover da mesma, através de lixamento, todo o material estranho depositado em sua superfície. Quando houver borragem ou descascamento da camada de esmalte na superfície da unha, é suficiente renovar o local com uma passagem de pincel com esmalte terapêutico para unhas.
     A mulher preocupada com sua estética não precisa deixar de usar o esmalte cosmético para unhas de sua preferência durante o tratamento com esmalte terapêutico. Após secagem da camada do esmalte terapêutico espalhado sobre a unha com micose, conforme orientado acima, esta camada poderá ser recoberta por outra, superposta, do esmalte cosmético, sem perda do efeito terapêutico da medicação.




Espero que tenham gostado do post, meninas! Se tem mais alguma duvida, comente, ou mande um e-mail para blogcsv@hotmail.com que iremos pesquisar, e trazer as informacoes para voce. Mas lembre-se que o mais importante e consultar um medico (dermatologista, etc) e esclarecer suas duvidas. Mas isso aqui e um quebra-galho, ne gente!! ;D

Beijos enormes, 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Oi Chiclete, eu adoro comentários! Mas leia essas regrinhas antes de comentar.
-->Leia o post! Comente sobre ele. Comentários do tipo "Seguindo, seguindo de volta?' Não serão aceitos.
-->Quer criticar? Então use a página CONTATO. E seja educado, por favor.
-->SEMPRE fale qual é seu blog. Se colocar "clique no perfil" tenha certeza que seu perfil esteja aberto. Tenha certeza de que vou visitar e seguir seu blog ;)
--> Aceito tags e selinhos!
-->"EU NÃO FAÇO DIVULGAÇÕES de sorteios, nem "preciso de postadores para meu blog", só se seu blog for hackeado, ou você seja muito amiga minha.
--> Talvez demore um pouco para responder os comentários, mas sempre respondo e leio todos com muito carinho ;)
-->Nunca plagio nada de ninguém. Se uso algum tuto, ou me inspiro, os créditos ficam na página Extras. Se viu alguma coisa que pertence a você e se ela não estiver creditada, me avise, e irei retirar/creditar.
Obrigada por ler tudo. Seu comentário segue as regras?
Então fique a vontade!♥
Beijos, Vickie